.posts recentes

. Reforma da Rodoviária de ...

. Polícia Militar afasta po...

. MILICIANO MORTO NA BAHIA ...

. Morre hoje aos 89 anos, o...

. LINHA DO SAMBA PARA O CAR...

. JORNAL DA TRIBUNA 2ª EDIÇ...

. Voz que liberou entrada d...

. ELENCO DE "ZORRA" DA TV G...

. POLÍCIA RECUA E ACUSADAS ...

. CONTA CAIXA

.arquivos

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Fevereiro 2010

Em destaque no SAPO Blogs
pub
Terça-feira, 30 de Dezembro de 2014

POR ONDE ANDA NALDINHO ?

 

image.jpg

 

Um homicídio perfeito no quesito de não deixar pistas sobre a autoria e a localização do cadáver ou uma fuga espetacular? O desaparecimento do traficante Ronaldo Duarte Barsotti de Freitas, o Naldinho ou Gordo, completa nesta segunda-feira (29/12) 6 anos e essa pergunta continua sem resposta. Naldinho é uma história sem final.

A Polícia Civil, bem como o Ministério Público, que sempre invoca a prerrogativa de realizar investigações criminais, ainda não conseguiram desvendar o mistério envolvendo o sumiço de Naldinho. O desaparecimento desafia e põe em xeque a capacidade de ambas as instituições.

Especulações não faltam e entre os policiais há praticamente uma divisão equitativa de opiniões. Existe a corrente que aposta na eliminação do traficante por desafetos do Primeiro Comando da Capital (PCC), porque era notória a sua condição de persona non grata da facção, pelo menos, por ocasião do seu desaparecimento.

Afilhado no mundo do crime do traficante carioca Elias Maluco, que comandou a execução do jornalista Tim Lopes, da Rede Globo, e gozando de prestígio perante Fernandinho Beira-Mar, líder do CV, Gordo estabeleceu laços com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), de quem comprava a cocaína a ser negociada.

Em síntese, Naldinho reúne, ou reunia, poder e dinheiro. E esse binômio confere condições mais do que suficientes para alguém fugir, mudar de identidade e eventualmente alterar o visual, para levar uma vida acima de qualquer suspeita, como cidadão de bem, em qualquer parte do País ou até mesmo do exterior.

Naldinho foi visto pela última vez no dia 29 de dezembro de 2008, uma segunda-feira, logo após deixar a filha mais velha, na época com 9 anos, na casa da mãe dela, em Praia Grande. Ele havia passado o final de semana com a menina e outros dois filhos, todos de relacionamentos distintos, em seu sítio, em Juquiá, no Vale do Ribeira.

A filha caçula de Naldinho já havia sido levada do sítio pela própria mãe, uma dentista cujos ascendentes têm fortes vínculos em Portugal.  Gordo se casou com essa mulher quando estava na Penitenciária de Presidente Prudente e ainda respondia preso ao processo de tráfico de drogas relacionado à Operação Indra.

O filho do meio do traficante foi deixado por ele na casa dos avós maternos do garoto, em Peruíbe, após sair do sítio. Na ocasião, Naldinho estava com 37 anos de idade, 7 dos quais vividos atrás das grades, e dirigia o Fiat Idea cinza, de placa HHB-7081, de São Paulo, que também sumiu misteriosamente.

Porém, cerca de 4 anos depois, Gordo teria mantido contato telefônico com uma advogada de São Paulo, conforme revela o livro Naldinho – Uma história sem final (All Print, 2014). Por meio do habeas corpuspor ela impetrado no Tribunal de Justiça de São Paulo que o traficante conseguiu ser solto em 11 de abril de 2008.

Naldinho ganhou notoriedade na mídia nacional em junho de 2005, ao ser preso com comparsas durante a Operação Indra, do Departamento Estadual de Prevenção e Repressão a Narcóticos (Denarc), da Polícia Civil paulista. Um dos supostos parceiros capturados é o ex-goleiro Edson Cholbi Nascimento, o Edinho , filho de Pelé.

Gordo e Edinho se conhecem desde a infância. Pitico, o pai de Naldinho, jogou com Pelé no Santos e no Cosmos, de Nova Iorque. Corréu junto com o traficante sumido e outras pessoas nas duas ações penais ajuizadas na 1ª Vara Criminal de Praia Grande, o ex-goleiro também foi condenado a 33 anos e 4 meses, mas recorre em liberdade.

Interceptações telefônicas feitas pelo Denarc com autorização da Justiça revelaram que a quadrilha deNaldinho era responsável pela distribuição de cerca de 100 quilos de cocaína colombiana por semana para o Rio de Janeiro. Na fase de investigações, a Indra monitorou mais de 100 telefones, durante 8 meses.

publicado por srgiodefreitas1965 às 22:21
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
18
20
22
23
24
25
26
27
28
29
blogs SAPO

.subscrever feeds