.posts recentes

. Baile funk de Paraisópoli...

. MORRE O APRESENTADOR AUGU...

. Morto há 81 anos, Lampião...

. Carro pega fogo e incêndi...

. CIDADES BRASILEIRAS COM M...

. Emocionado, Bolsonaro des...

. Protestos no Chile contin...

. ESTACIONAR EM VAGA PARA I...

. Com problema de saúde, Si...

. Viviane Araújo é coroada ...

.arquivos

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Fevereiro 2010

Terça-feira, 18 de Dezembro de 2018

Pedido de prisão de João de Deus cita que vítima falou em 'risco de morte' após falar sobre abuso em Abadiânia

maxresdefault.jpg

O pedido de prisão de João Teixeira de Farias, o médium João de Deus cita que 1 das mulheres que se sentiu vítima do homem foi alertada sobre “risco de morte” devido à “temeridade que todos têm do médium pois ele manda matar todos aqueles que o afrontam”.

Ainda de acordo com o documento, a Polícia Civil acredita que o prestígio de João reforça o medo das vítimas de denunciarem os abusos. “Não há dúvidas quanto as represálias ou mesmo descrédito que sofreriam dos seguidores que se encontravam no local, caso elas gritassem por auxílio”, lê-se no pedido.

Os delegados também argumentam que o investigado criava uma “atmosfera intimidatória ao isolar a vítima do contato com outras pessoas”. Ainda conforme o texto, o alvo tem 1 padrão ao cometer os abusos, “o que traz mais fidedignidade aos relatos das vítimas”, como explica o delegado André Fernandes.

O documento foi obtido com exclusividade pela TV Anhanguera e também fala do poder do investigado em Abadiânia, no Entorno do Distrito Federal, onde fazia os atendimentos espirituais.

A Polícia Civil declarou que o líder religioso será ouvido "quantas vezes for necessário" durante as apurações. Delegados e promotores que compõem as forças-tarefas que investigam os crimes se reuniram no período da tarde na Secretaria de Segurança Pública para compartilhar dados.

O Ministério Público e a Polícia Civil informaram na segunda-feira (17/12) que receberam 506 relatos de mulheres que dizem ter sido abusadas por João de Deus em Abadiânia. Além destes crimes, os órgãos também apuram se houve conivência de outras pessoas e denúncias de lavagem de dinheiro.

 

  • Ministério Público recebeu 506 relatos.
  • Das mulheres que denunciaram caso ao MP, 30 já foram ouvidas.
  • Polícia Civil colheu depoimentos de outras 15 mulheres.
  • Há relatos de vítimas de 6 países e vários estados brasileiros.
  • Médium é investigado por estupro, estupro de vulnerável e violação sexual mediante fraude.
  • Não há pedido para suspensão do funcionamento da Casa Dom Inácio de Loyola, onde médium atende.

A Justiça de Goiás negou nesta quarta-feira (18/12) o habeas corpus para o médium João Teixeira de Faria, o João de Deus, preso desde o último domingo, alvo de denúncias de abuso sexual de mulheres que buscavam tratamento na Casa Dom Inácio de Loyola. 

A defesa de João de Deus pretendia transformar a preventiva em prisão domiciliar com uso de tornozeleira. Segundo o advogado, era preciso levar em conta a idade avançada e o estado de saúde do médium. Ele está em na cela de 16 metros quadrados com pia e vaso sanitário, no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia.

O jornal "O Globo", a TV Globo e o G1 têm publicado nos últimos dias relatos de dezenas de mulheres que se sentiram abusadas sexualmente pelo médium. Os casos vieram à tona no programa Conversa com Bial de 7 de dezembro de 2018. Não se trata de questionar os métodos de cura de João de Deus ou a fé de milhares de pessoas que o procuram.

A Polícia Civil apreendeu mais de R$ 400 mil em moedas nacionais e estrangeiras e armas na casa do médium.

Conforme André Fernandes, delegado-geral da Polícia Civil, as notas encontradas no quarto de João de Deus são reais, dólares, euros, libras, dólares canadenses, entre outras moedas estrangeiras. 

"Em uma residência do investigado, foram achadas 6 armas, todos o montante em dinheiro, em fundo falso no fundo de um guarda-roupas. Não sabemos o motivo pelo qual ele mantinha o armamento e essa quantia elevada de dinheiro. Ainda nesta semana vamos concluir um dos inquéritos", explicou.

 

publicado por srgiodefreitas1965 às 18:13
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
blogs SAPO

.subscrever feeds