.posts recentes

. Baile funk de Paraisópoli...

. MORRE O APRESENTADOR AUGU...

. Morto há 81 anos, Lampião...

. Carro pega fogo e incêndi...

. CIDADES BRASILEIRAS COM M...

. Emocionado, Bolsonaro des...

. Protestos no Chile contin...

. ESTACIONAR EM VAGA PARA I...

. Com problema de saúde, Si...

. Viviane Araújo é coroada ...

.arquivos

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Fevereiro 2010

Quinta-feira, 31 de Outubro de 2019

Emocionado, Bolsonaro destrói Globo após matéria sobre suposto envolvimento na morte de Marielle Franco

 

1572402543_5db8f56f37498.jpeg

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) afirmou nesta quarta-feira (30/10) que o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), contou a ele em 9 de outubro que o porteiro do Condomínio Vivendas da Barra citou o nome do presidente da República em depoimento  nas investigações sobre a morte da vereadora Marielle Franco (PSOL) e do motorista Anderson Gomes.

Bolsonaro tem casa no condomínio onde mora Ronnie Lessa, suspeito dos assassinatos. O Jornal Nacional revelou, na terça (29/10), que o porteiro contou à polícia que horas antes do crime, em 14 de março, outro suspeito, Elcio Vieira de Queiroz, disse que iria para a casa do então deputado Jair Bolsonaro. O porteiro ligou para a casa de Bolsonaro e obteve autorização para a entrada de Elcio. Ele confirmou em 2 depoimentos que identificou a voz de quem atendeu como sendo a do "Seu Jair".

O porteiro explicou que, após a entrada de Élcio, acompanhou a movimentação do carro pelas câmeras de segurança e viu que o veículo tinha ido para a casa 66 do condomínio, onde morava Ronnie Lessa.

Lessa é apontado pelo Ministério Público e pela Delegacia de Homicídios como autor dos disparos que mataram Marielle e Anderson.

O porteiro disse ainda que ligou de novamente para a casa 58 e que o mesmo homem identificado por ele como Seu Jair teria dito que sabia aonde Élcio estava indo.

O Jornal Nacional pesquisou os registros da Câmara dos Deputados e encontrou uma contradição no depoimento do porteiro. Jair Bolsonaro, na verdade, estava em Brasília naquele 14 de março de 2018, como mostram os registros de presença em duas votações no plenário: às 14h e às 20h30. Portanto ele não poderia estar no Rio.

Fontes disseram à reportagem que os suspeitos dos assassinatos saíram do Vivendas da Barra no carro de Lessa minutos depois da chegada de Élcio e, apenas nas proximidades do condomínio, embarcaram no veículo depois usado no crime.

O Jornal Nacional apurou que a guarita do condomínio tem equipamentos que gravam as conversas pelo interfone. Os investigadores estão recuperando os arquivos de áudio para saber com quem, de fato, o porteiro conversou naquele dia e quem estava na casa 58.

Os registros de presença da Câmara dos Deputados mostram que Bolsonaro estava em Brasília no dia. Como o nome do presidente foi citado, a lei obriga que o Supremo Tribunal Federal (STF) analise o caso.

Ainda na noite de terça-feira (29/10), horas após a revelação feita pelo JN, Bolsonaro culpou Witzel por repassar as informações à imprensa, o que o governador nega. A Polícia Civil divulgou nota negando que Witzel tenha tido acesso ao processo.

"No meu entendimento, o senhor Witzel estava conduzindo o processo com o delegado da Polícia Civil pra tentar me incriminar ou pelo menos manchar o meu nome com essa falsa acusação, que eu poderia estar envolvido na morte da senhora Marielle."

URGENTE: Emocionado, Bolsonaro destrói Globo após matéria absurda sobre suposto envolvimento na morte de Marielle Franco (veja o vídeo)

 

 

 

 
publicado por srgiodefreitas1965 às 17:33
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
blogs SAPO

.subscrever feeds