.posts recentes

. Globo vai reprisar primei...

. DEPOIS DO VENDAVAL MÉDIUM...

. Prefeitura de Anápolis ma...

. O caso do médium João de ...

. POLÍCIA DE GOIÁS PROCURA ...

. Terminal Rodoviário Guaru...

. IPTU DE SANTOS TERÁ REAJU...

. OBRAS NA ENTRADA DE SANTO...

. DENTISTA DA PERUCA PRESO ...

. GREVE DE ÔNIBUS DEIXA PER...

.arquivos

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Fevereiro 2010

Quarta-feira, 3 de Outubro de 2018

Debate para governador de São Paulo teve momentos de tensão entre França e Dória

 

candidato_tv_790x505_02102018230930.jpg

A 5 dias do primeiro turno das eleições de 2018, a disputa pelo governo de São Paulo teve nesta terça-feira (02/10), na TV Globo, seu último debate antes da votação. Participaram do encontro, mediado pelo jornalista César Tralli, 7 candidatos: Márcio França (PSB), Paulo Skaf (MDB), João Doria (PSDB), Luiz Marinho (PT), Marcelo Candido (PDT), Professora Lisete (PSOL) e Rodrigo Tavares (PRTB).

Assim como nos 4 eventos anteriores, o foco dos postulantes ao Palácio dos Bandeirantes recaiu sobre as gestões do PSDB no estado, governado pelo partido desde 1995, e o tucano Doria, criticado por ter renunciado à Prefeitura de São Paulo um ano e quatro meses após tomar posse para concorrer em 2018.

O ex-prefeito e seu partido foram alvo, sobretudo, de dobradinhas feitas por Marinho e Candido. Em 4 ocasiões, o petista e o pedetista trocaram perguntas entre si a respeito dos governos do PSDB em São Paulo e os criticaram nas respostas, réplicas e tréplicas. Professora Lisete também atacava o tucano, referindo-se a ele sempre como “o candidato que abandonou a Prefeitura”.

 

O embate mais acalorado no encontro na TV Globo, contudo, se deu entre Márcio França e João Doria, que têm em comum a aliança com o candidato do PSDB à Presidência da República, Geraldo Alckmin. O bate-boca aconteceu no quarto bloco, quando o pessebista indagou o tucano sobre sua declaração de que, em um governo seu, a polícia vai “atirar para matar”.

 

Doria relativizou a afirmação, dada por ele em entrevista à Rádio Bandeirantes, e alegou que se referia a “situação extrema de enfrentamento”, em que os policiais tivessem a vida ameaçada. “Comigo é polícia na rua e bandidos na cadeia”, ressaltou o candidato do PSDB, em 1 dos bordões de sua campanha.

Diante da resposta do ex-prefeito paulistano, Márcio França disse que João Doria e suas propostas se baseiam somente em marketing. “Eu conheço você”, criticou o governador paulista, que se irritou com interrupções do tucano e rebateu: “Você não manda nas pessoas, não meça as pessoas por você”. “Tudo que você quer ou é do seu jeito ou ninguém pode falar”, continuou França. Ele lembrou ainda a propaganda da campanha de Doria que mostrava imagens suas obeso e afirmava que “parecem dois candidatos diferentes”.

João Doria alegou que o adversário é de esquerda, foi aliado do PT e o provocou, oferecendo-lhe Maracugina, um calmante. O bate-boca continuou, com interrupções do governador à fala do ex-prefeito. “Estou respondendo a você e esclarecendo aos telespectadores que o Márcio França, do Partido Socialista Brasileiro, é um adepto da esquerda que defendeu o PT, defendeu o Lula e foi contra o impeachment da presidente Dilma”, ironizou o tucano.

publicado por srgiodefreitas1965 às 23:38
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
13
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
blogs SAPO

.subscrever feeds