.posts recentes

. NA RÚSSIA, NINGUÉM QUER S...

. BRASILEIRA DESAPARECIDA E...

. Você pode perder R$ 937 d...

. LADRÃO TEM TESTA QUEIMADA...

. FESTA JUNINA NA NOVA CINT...

. Irmão de Suzane von Richt...

. TRUMP VISITOU MONARCA AMI...

. PRESIDENTE TEMER: “NÃO RE...

. Lula depõe a Moro por 5 h...

. Polícia diminui recompens...

.arquivos

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Fevereiro 2010

Sábado, 20 de Maio de 2017

PRESIDENTE TEMER: “NÃO RENUNCIAREI!”

 

temer_pronun.jpg

O presidente da República, Michel Temer, fez pronunciamento há poucos instantes desta quarta-feira (17/05) e declarou que não irá renunciar ao cargo.

A fala do presidente se dá em meio à pressão exercida sobre o governo federal por conta da delação de diretores da JBS, Wesley e Joesley Batista, que liberaram ao jornal O Globo informações dão conta de que Temer teria comprado o silêncio do ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha, que hoje está preso.

"No Supremo, mostrarei que não tenho nenhum envolvimento com esses fatos. Não renunciarei, sei o que fiz e sei a correção dos meus atos. Exijo investigação plena para o esclarecimento ao povo brasileiro".

"Não temo nenhuma delação, nada tenho a esconder", disse Temer. "Nunca autorizei que se utilizasse meu nome".

"Meu governo viveu nesta semana seu melhor e seu pior momento", disse Temer, em referência a indicadores de inflação, emprego e desempenho da economia e à revelação da delação dos donos da JBS. "Todo o esforço para tirar o país da recessão pode se tornar inútil", afirmou.

Pela Constituição, se o presidente renunciar ou sofrer impeachment, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, assume interinamente a Presidência e tem de convocar novas eleições.

 

publicado por srgiodefreitas1965 às 00:44
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
17
18
19
20
21
23
24
25
26
27
28
29
30
blogs SAPO

.subscrever feeds