.posts recentes

. POLÊMICA MAIOR NO TRANSPO...

. EX-MÉDICO DOENTE MENTAL É...

. Terremoto que atingiu o M...

. PM PRESO POR ENVOLVIMENTO...

. Com Geraldo Luis “sem con...

. SELETIVO SANTOS: TARIFA P...

. Atentado a ônibus pode se...

. Câmara aprova contas de 2...

. O TRABALHO DOS NÃO POLICI...

. MORRE LUIZ MELODIA AOS 66...

.arquivos

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Fevereiro 2010

Quinta-feira, 10 de Novembro de 2016

DONALD TRUMP VENCE ELEIÇÕES NOS ESTADOS UNIDOS

1478784536331727.JPG

 

Screenshot-35.png

 Amigos:

De forma surpreendente, contrariando as pesquisas divulgadas nesta semana, o republicano Donald Trump venceu as eleições presidenciais dos Estados Unidos. Ele desbancou a candidata democrata Hillary Clinton, que contava com apoio e popularidade do presidente Barack Obama. Em pesquisas pelo mundo, Hillary era a preferida, ainda que considerada a “menos pior” entre as opções. O mercado financeiro não reagiu bem ao indicativo de vitória de Trump.

É um dia histórico. Uma mudança de paradigma comparada por analistas como tão impactante para a história estadunidense como o fim da Guerra Fria. Há quem considere, inclusive, que este 9/11 de 2016 pode ser considerado para alguns países do mundo, guardadas as devidas proporções, o que o 11/9 de 2001 representou para os Estados Unidos. Se estes analistas têm ou não razão, só o tempo irá mostrar.

Empresário e ex-apresentador de reality shows, sem nunca ter sido eleito para qualquer cargo, Donald Trump foi o convidado surpresa da campanha eleitoral: interpretando como ninguém – e contra todos os pronósticos – as frustrações e inseguranças dos americanos em um mundo em mutação. Com um discurso anti-imigração e sexista, impulsivo e corrosivo, Trump marcou para sempre um estilo de fazer campanha política.

Desde as parciais divulgadas por volta das 3h, era considerado praticamente impossível que Hillary conseguisse reverter a vantagem de Trump.

Nos Estados Unidos o voto do eleitor, que é facultativo, não é creditado diretamente ao seu candidato. Os eleitores escolhem o Colégio Eleitoral. Este órgão é composto por um total de 538 delegados provenientes de todos os Estados, incluindo Washington DC. O número de delegados correspondente a cada Estado é calculado proporcionalmente à sua população e ao número de parlamentares que os representam. Califórnia, o Estado mais populoso do país, tem 55 delegados. Washington D. C. e alguns Estados pequenos têm apenas 3.

No dia seguinte ao inesperado desfecho das eleições norte americanas que deram a vitória a Donald Trump e o elegeram como novo Presidente dos Estados Unidos da América, surgiram nas imediações da Meo Arena, onde decorre a Web Summit, cartazes que abordam os recentes acontecimentos do outro lado do Atlântico.

No total, a autarquia colocou esta madrugada 25 muppis e 3 triptícos de três metros cada no Parque das Nações, junto ao antigo Pavilhão Atlântico.

Nos cartazes pode ler-se, em inglês, "Num mundo livre ainda pode encontrar uma cidade onde viver, investir e construir o seu futuro, construíndo pontes e não muros. Chamamos-lhe Lisboa".

Segundo fonte da autarquia citada pelo Jornal dos Desportos, a ideia era associar o encerramento da cimeira tecnológica "às mudanças políticas que estamos a viver no planeta".

Uma das ideias mais fortes de Donald Trump durante a campanha eleitoral norte-americana foi a da construção de um muro na fronteira com o México, para travar a imigração ilegal. Muro esse que Trump iria obrigar o México a pagar.

 

 

 

 

 


publicado por srgiodefreitas1965 às 12:53
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
blogs SAPO

.subscrever feeds