.posts recentes

. Com Geraldo Luis “sem con...

. Casamento cancelado! Vivi...

. SELETIVO SANTOS: TARIFA P...

. Atentado a ônibus pode se...

. Câmara aprova contas de 2...

. O TRABALHO DOS NÃO POLICI...

. MORRE LUIZ MELODIA AOS 66...

. O que aconteceu na Venezu...

. MORRE O HOMEM DO TOP TOP ...

. PREFEITURA REALIZARÁ AÇÃO...

.arquivos

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Fevereiro 2010

Quarta-feira, 9 de Agosto de 2017

Câmara aprova contas de 2003 da administração Beto Mansur

 

803de1855e1366715716c78fd14142e6.jpg

 

Em sessão realizada nesta segunda-feira (dia 6 de fevereiro de 2012), a Câmara de Santos derrubou o parecer do Tribunal de Contas do Estado (TCE), que era desfavorável à aprovação das contas da administração Beto Mansur referentes a 2003.

Com o resultado, as contas da Prefeitura de Santos relativas ao exercício de 2003, analisadas pelo TCE, foram aprovadas.

O ex-prefeito de Santos, Beto Mansur (PRB), foi o grande vitorioso na sessão da Câmara Municipal. Isso porque, por 13 votos a 4, os parlamentares rejeitaram o parecer do Tribunal de Contas do Estado (TCE), contrário às contas do Município de 2003, período em que Mansur era chefe do Executivo santista. Caso o resultado fosse adverso, o atual deputado federal poderia ficar fora da disputa pelo Palácio José Bonifácio, em 2020. 

Mesmo com a necessidade de conseguir pelo menos 12 votos, a sua vitória já era esperada. Porém, o curioso foi a forma como ela ocorreu, já que vereadores de partidos tradicionalmente rivais de Mansur, como o PT e o PSB, votaram a seu favor.

Os gastos com Educação que, segundo o órgão, foram inferior es aos 25% exigidos pela Constituição Federal, foram um dos motivos para o TCE rejeitar as contas. “Estou tranquilo quanto a isso, porque apliquei o dinheiro e houve muito retorno em função desse investimento”, diz Mansur, que considera a vitória técnica e não política. 


“Os vereadores procuraram discutir mais tecnicamente, se a conta estava certa ou errada, do que politicamente, que é quando começa a envolver o passado das pessoas, que sempre votaram contra mim”.

Além disso, a bancada tinha o novo integrante: o vereador Arnaldo Correa Neto (PT), que substituiu Adilson Junior (PT). Segundo a assessoria de imprensa, Adilson sofreu um acidente e pediu afastamento de 15 dias. Coincidentemente, o vereador era funcionário de Beto Mansur, na extinta Rádio Cultura.

 

publicado por srgiodefreitas1965 às 21:06
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
blogs SAPO

.subscrever feeds