.posts recentes

. Com Geraldo Luis “sem con...

. Casamento cancelado! Vivi...

. SELETIVO SANTOS: TARIFA P...

. Atentado a ônibus pode se...

. Câmara aprova contas de 2...

. O TRABALHO DOS NÃO POLICI...

. MORRE LUIZ MELODIA AOS 66...

. O que aconteceu na Venezu...

. MORRE O HOMEM DO TOP TOP ...

. PREFEITURA REALIZARÁ AÇÃO...

.arquivos

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Fevereiro 2010

Sábado, 17 de Setembro de 2016

BATE-BOCA E MUITA CONFUSÃO NA CPI DA MERENDA EM SP

 

bvmzxyjfkizqa6esjhcavicuz.jpg

Houve confusão e bate-boca entre estudantes e policiais militares na manhã desta quarta-feira (14/09), durante a entrada das pessoas que acompanharão a sessão da CPI da Merenda, na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp). A PM chegou a usar gás de pimenta para dispersar os manifestantes.

A comissão deve ouvir nesta quarta o presidente da Casa, Fernando Capez (PSDB), acusado de ser beneficiário do esquema de desvio de recursos em contratos da Cooperativa Orgânica Agrícola Familiar (Coaf) com o governo Geraldo Alckmin (PSDB) e prefeituras paulistas para compra de suco de laranja da merenda escolar. Capez nega.

Ele foi questionado sobre a relação com Jeter Rodrigues, que assinou um contrato de R$ 200 mil de consultoria com a Coaf e que foi citado em outros depoimentos como a pessoa que ameaçava cancelar os contratos com o governo se não recebesse propina. "Não tinha nenhum contato com ele. Era eventualmente bom dia e até logo." Jeter era funcionário da Alesp e foi aposentado após a descoberta do escândalo.

Sobre sua relação com José Merivaldo dos Santos, ex-assessor de Capez e que também foi citado em outros depoimentos como alguém que fazia ameaças à cooperativa, disse que "foi uma surpresa muito grande". Merivaldo também estava previsto para depor hoje, mas alegou licença médica por tratamento de quimioterapia. Durante a sessão, deputados da oposição mostraram uma foto de Merivaldo tomando whisky que supostamente seria da quinta-feira (08/09).

Sobre o também assessor  Luiz Gutierrez, o Licá, o deputado afirmou que ele "até esse momento continua contando com a minha confiança". Licá também prestou depoimento nesta quarta. Durou 20 minutos, ele negou todas as acusações.

Questionado sobre a punição desses funcionários da Alesp, Capez disse que foi aberta uma sindicância. "Eu aguardo o relatório. Eu tenho uma condição, por formação jurídica, não vou antecipar a uma matéria que não entrar na minha esfera de competência. Acho que quem errou tem que ser apurado o erro, aplicado no estatuto do funcionário público ou no código penal se for o caso e tomadas todas as providências, doa a quem doer."

Em seu depoimento, Capez negou mais de 1 vez que tenha envolvimento com o esquema de fraude na merenda. "Eu não recebi um centavo desta cooperativa. Não recebi um centavo de nenhuma cooperativa, nem diretamente, nem por interposta pessoa. Isto é uma infâmia."

O grupo ligado à União Paulista dos Estudantes Secundaristas (Upes) que havia acampado durante à noite em frente à Alesp para tentar garantir lugar no plenário onde ocorrem os depoimentos da CPI foi barrado por PMs na entrada da sala porque já havia uma fila de pessoas com senha de acesso ao local.

Pouco depois, deputados do PT abandonaram a sessão da CPI da Merenda alegando que um parlamentar do partido, Zico Prado, estava sendo impedido pela PM de entrar no plenário. "Estão querendo cercear os nossos trabalhos", disse Marcia Lia, antes de se retirar da sala junto com Alencar Santana e João Paulo Rillo, todas da bancada.

A sessão teria início às 9h, mas atrasou por causa da confusão envolvendo estudantes e a PM, que chegou a usar gás pimenta para dispersar os manifestantes. Houve empurra-empurra e muita confusão nos corredores do prédio e o cinegrafista chegou a cair enquanto filmava a ação da PM. Foi o mesmo grupo de estudantes secundaristas que acampou em maio no plenário da Alesp para pressionar os deputados a instalarem a CPI.

 

 

publicado por srgiodefreitas1965 às 22:20
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
blogs SAPO

.subscrever feeds